Coordenadoria de Meio Ambiente retoma estudos sobre o Projeto Mina Azul

Versão para impressãoEnviar por emailVersão PDF

O município, em gestões anteriores ao mandoto atual, apresentava o projeto "Mina Azul", com ação voltada para a proteção de nascentes e qualidade da água. O projeto foi interrompido ao longo dos anos e através de estudos e interesse da Coordenação de Meio Ambiente, a gestão resolveu reativar o programa, ressaltando a sua importância do controle das nascentes. 

O trabalho fornecerá os dados atualizados do número de nascentes, qualidade da água e localização precisa através de coordenadas, facilitando a fiscalização dos órgãos municipais para a preservação das mesmas. A população do município é em torno de 12.355 pessoas, dentre as quais 6.000 residem na zona rural, daí a importância da fiscalização na qualidade da água e prevenção de doenças geradas pela sua contaminação.

Para reativação do projeto, pretende-se levantar todos os dados do programa digitalizando os documentos já existentes e fazendo as modificações com os dados atualizados. Para tal, faz-se necessário a nova visitação das propriedades, coletando as amostras de água e conferindo as coordenadas.

Com base em dados obtidos sobre os locais, deve ser feita propostas aos proprietários no sentido de sensibilizá-los quanto ao assunto, realizando o tratamento adequado das nascentes através da conservação da mata ciliar proteção e encanamento da água.

O projeto consisti no monitoramento das nascentes da bacia do Rio Anhumas com estímulo a preservação do curso hídrico, garantindo o abastecimento público por vários anos. Foram mapeados 145 (cento e quarenta e cinco) propriedades. Os resultados ainda não são precisos em razão do projeto estar em andamento, mas o mesmo já apresenta diminuição no desenvolvimento de doenças infecto-parasitárias, com redução nos gastos com medicação e internações.